Diz uma musica de Osvaldo Montenegro – que aliás me acompanha desde tenra idade – :

“…Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio;
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca;
Porque metade de mim é o que eu grito,
Mas a outra metade é silêncio…”

Passei o dia de ontem lendo e aprendendo sobre o assunto que mais me tem chamado a atenção nos últimos dias: O Cérebro Humano e o poder que o inconsciente tem sobre nossas vidas, ações e decisões.

Como aplicadora do método coaching e também estudiosa da Programação Neuro Linguística, cada dia me sinto mais responsável por minha melhora como pessoa e minha contribuição com o mundo a minha volta.

Penso eu que o universo feminino é um manancial inimaginável de possibilidades, potencialidades, duvidas, incertezas, responsabilidade crescente, muita decisão e vontade interna de Ir Além.

Além do que?

De onde?

Para onde?

Quem já se viu ou sentiu meio que dividida como a imagem acima?

Duas de si, uma apenas observando a outra?

E de dentro de um ponto qualquer do corpo uma força estranha que chega ao limite ou extremo da dor?

Segundo a Colunista Ludmila Vilar do site M de Mulher, “Refletir é como impulsionar o pensamento”!

Assim, dentro desse momento de final de domingo, pensando sobre as dores e as delícias de fazer parte deste mágico universo feminino, convido a você leitora que reflita comigo nas palavras acima e, se fizer sentido para você, que divida comigo e as demais leitoras do site, se alguma vez já se sentiu duas ou três ou ainda muitas mais.

Eu, sou a Kátia, treinadora de pessoas que acredita que o mundo pode ser muito melhor se juntas pudermos nos conhecer melhor, potencializar e refletir nossas luzes, e nesta soma iluminar a todos a nossa volta.

E você, QUEM É VOCÊ, MULHER?

 

Siga-nos nas Redes Sociais:
RSS
E-mail
Facebook
Google+
https://katiamonteiro.com.br/reflexao-de-domingo">
Twitter